Como funciona o filtro de barro

É praticamente uma lembrança que todos têm. Seja na nossa casa ou então na casa de entes queridos como avós, sempre que se ia até a cozinha, lá estava ele, o famoso filtro de barro, resistente durante anos, sendo amplamente utilizado e sem nunca apresentar nenhum tipo de problema.

Embora a tecnologia avance e hoje existam diferentes filtros e purificadores de água, ainda existem aquelas pessoas que preferem fazer uso do velho objeto para filtrar a água antes de consumi-la.

O artigo de hoje é dedicado a esse velho objeto, que ainda se faz presente na casa de muita gente e funciona com muita qualidade. Se você quer saber um pouco mais sobre o filtro de barro, então não deixe de ler o conteúdo a seguir, temos certeza de que você irá se surpreender.

Filtro de barro é invenção brasileira

O filtro de barro é uma invenção 100% brasileira. Criado em meados da segunda guerra mundial por imigrantes italianos que viviam no estado de SP, esse tipo de filtro se tornou em pouco tempo presente na casa de todas as pessoas da época.

Naquele tempo, era muito comum que a água viesse diretamente de rios, poços ou até mesmo fontes e chafarizes construídos pelos governos, entretanto, era muito comum que pessoas ficassem doentes por conta do consumo de uma água sem nenhum tipo de tratamento e consequentemente qualidade.

Com o surgimento do filtro de barro, muitas famílias puderam enfim, ter acesso a água potável e não ficaram mais doentes.

Qualidade de funcionamento conhecida em todo o mundo

A eficácia do filtro de barro já foi estudada em diferentes países e consequentemente universidades. A filtragem desse objeto é a mais eficaz do mundo, pelo seu trabalho rudimentar, porém simples.

O filtro de barro funciona com ajuda da ação da gravidade, ou seja, de cima para baixo, uma vez que possui dois compartimentos, o superior e o inferior separados é claro, por uma camada de barro e uma vela, responsável pelo processo de filtração.

A lentidão com que a água passa pela vela – responsável pela filtração da água, garante um alto nível de pureza desse precioso líquido. Para que grandes quantidades de água sejam filtradas, é necessário que o proprietário do filtro seja paciente.

Mesmo existindo concorrentes tecnológicos, o filtro de barro ainda continua sendo considerado por microbiologistas como a melhor opção para quem deseja filtrar água em casa. O que nos leva a crer que mais uma vez nossos antepassados estavam certos no que diz respeito à saúde.

Etapas de funcionamento do filtro de barro

Os filtros de barro oferecem atualmente três etapas distintas capazes de tornar a água própria para o consumo humano. Vamos explicar agora cada uma dessas etapas.

Primeira etapa

A primeira etapa é conhecida como fase de entrada. Trata-se da entrada em contato da água com a parede filtrante do material microporoso, que tem como intuito a retenção de partículas sólidas e impurezas presentes na água.

Segunda etapa

Na segunda etapa a água entra em contato com a camada interna da vela, esterilizando a água, ou seja, tornando-a livre de bactérias e demais agentes contaminantes.

Terceira etapa

Por fim, na terceira etapa, a água entra em contato com o carvão ativado, presente na vela. Esse composto garante a redução de odores e gostos da água, tornando-a cristalina e consequentemente saudável para o consumo.

Água fresca e sustentabilidade

Por conta da porosidade do filtro de barro, há uma troca de calor entre o ambiente e água, o que garante o resfriamento natural do líquido armazenado, por isso que a água do filtro de barro está sempre fresca.

Além de manter a água sempre fresca, o filtro de barro ainda é uma opção sustentável, pois não faz uso de energia elétrica para funcionar, além de ser produzido com materiais orgânicos que não agridem o meio ambiente.

Deixar um comentário