Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/u927994519/domains/aguamineraltrezetilias.com.br/public_html/wp-content/themes/jupiter/framework/includes/minify/src/Minifier.php on line 227
Como fazer com que as crianças bebam mais água?

Como fazer com que as crianças bebam mais água?

Estamos na estação mais quente do ano e mesmo com a ampla diversão que o verão traz, qualquer ausência de cuidado pode ser sentida na pele, tanto para os adultos, quanto para as crianças.

Embora a hidratação seja importante em todas as épocas do ano, no verão o consumo hídrico se torna ainda mais importante, uma vez que a desidratação tende a ocorrer mais facilmente na presença de altas temperaturas, principalmente nas crianças. Assim, durante a estação mais quente do ano, é primordial que se aumente o consumo de água nessa época.

Entretanto, a questão é que se para os adultos lembrarem de consumir uma quantidade ideal de água já é uma árdua tarefa, para as crianças isso pode ser um verdadeiro desafio. Nessa época do ano em que as brincadeiras tomam conta da rotina, os pequenos costumam suar mais e tendem a sofrer com a desidratação com mais facilidade, uma vez que raramente pedem água de maneira espontânea.

No artigo de hoje, vamos te mostrar quais são as quantidades ideais de água que as crianças precisam beber em suas diferentes fases de crescimento, e como fazer para que elas bebam mais água.

Se você tem criança em casa e não sabe como mantê-las hidratadas de maneira adequada, esse conteúdo é especialmente para você.

Qual a quantidade de água que uma criança deve beber?

Quando falamos em consumo hídrico, a “antiga” regra dos 2 litros por dia já caiu por terra há algum tempo. Hoje já está bem difundida uma fórmula que adultos precisam ingerir 35 ml por quilo de peso (em kg) diariamente para manter o organismo hidratado.

No entanto, é preciso ter em mente que essa é uma fórmula genérica voltada para os adultos, quando falamos nas crianças é preciso levar em consideração principalmente a idade e desenvolvimento dos pequenos.

Além disso, é necessário ter em mente que embora as crianças possuam um senso de saciedade bem desenvolvido, a questão da sede normalmente é uma incógnita para elas, que normalmente só buscam se hidratar quando sentem sede. E isso, como já mencionamos em muitos outros artigos, é um sinal claro de desidratação.

Logo, o seguinte questionamento: “Qual a quantidade de água que uma criança deve beber?” Será respondido de maneira clara e contundente a seguir.

Crianças de 0 a 6 meses

De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde, até os seis meses de vida, o bebê deve ser alimentado de modo exclusivo com leite materno. Isso mesmo, a orientação é a de não oferecer água, chás ou qualquer outro tipo de líquido até essa idade.

Isso porque o leite materno possui formulação e quantidade ideal de água e muitos outros nutrientes essenciais para o desenvolvimento adequado do bebê durante esse período da vida.

Crianças de 7 a 12 meses

A partir do 7º mês de vida os bebês já podem começar a se alimentar com alimentos naturais, cozidos e sem nenhum tipo de adição de temperos artificiais. É nessa faixa etária que o consumo de água também deve ser iniciado.

A necessidade diária nessa faixa etária é de cerca de 600 ml, podendo ser proveniente da água ou do próprio leite materno.

Crianças de 1 a 3 anos

Nesse período da vida as crianças já estão mais ativas e começam a se movimentar de maneira mais fácil e independente.

Após o primeiro ano de vida a demanda por água aumenta o volume mínimo a ser ingerido diariamente é de 1,3 litros. Essa quantidade deve ser mantida durante os três primeiros anos de vida.

Crianças de 4 a 8 anos

Por conta do crescimento e a intensificação de atividades nessa fase da vida, é comum que as crianças percam grandes quantidades de líquido por meio da transpiração.

Dessa maneira, é natural que o volume de água a ser ingerido diariamente aumente mais uma vez. Nessa fase da vida, o ideal é que as crianças consumam ao menos 1,7 litros de água todos os dias.

Crianças de 9 a 13 anos

Nesse momento da vida as coisas mudam um pouco e novas variáveis são incorporadas ao cálculo de hidratação. De acordo com pediatras, a necessidade diária passa a ser diferente para crianças de diferentes sexos.

Enquanto meninas precisam ingerir pelo menos 2,1 litros de água diariamente, os meninos precisam consumir pelo menos 2,4 litros.

Essa maior necessidade masculina se dá por conta de um metabolismo mais acelerado e atuante por conta de uma maior presença pontual de testosterona.

A partir dos 14 anos

A partir dos 14 anos a ingestão de água das crianças, que já podem ser consideradas adolescentes, é a mesma de uma pessoa adulta.

Assim, a partir do momento em que se atinge os 14 anos de idade, é possível fazer uso do cálculo de 35 ml x peso (em kg) para que se determine a quantidade ideal de água a ser ingerida diariamente.

Sanadas as dúvidas com relação às quantidades de água que as crianças precisam beber, outro questionamento e dificuldade para muitos pais, principalmente os de primeira viagem, é como fazer com que as crianças bebam mais água?

Embora essa seja uma pergunta delicada e considerada uma tarefa relativamente complicada, é possível solucionar essa questão com algumas medidas simples e funcionais que devem ser incorporadas na rotina da família como mostraremos a seguir.

Como fazer com que as crianças bebam mais água

De acordo com psicólogos infantis, pediatras e nutricionistas pediátricos existem algumas maneiras um tanto quanto eficazes de fazer com que as crianças bebam mais água sem nenhuma necessidade de atrito ou obrigatoriedade forçada. Vamos conhecer agora cada uma dessas medidas.

Oferte água com frequência

Essa é uma dica bastante óbvia, mas o óbvio também precisa ser dito.

Entre uma brincadeira e outra, durante os períodos mais quentes do dia, lembre-se de oferecer água para as crianças. Lembre-se que quanto mais nova for uma criança, maior será a dependência de um adulto para essa tarefa.

Se for necessário, coloque o despertador para tocar em alguns momentos específicos do dia como forma de lembrar de oferecer água às crianças. Além do despertador, é possível fazer uso de aplicativos que possuem essa mesma finalidade. Aproveite a deixa e também se hidrate.

Deixe garrafinhas à mostra

Outra maneira de facilitar a ingestão de água pelas crianças é deixar garrafinhas à mostra para que elas consigam acessá-las de maneira mais facilitada.

Essa simples ação pode ser importante para que as crianças bebam mais água e para aqueles que já são maiores comecem a desenvolver autonomia e hábitos para a vida adulta.

Deixe tudo mais divertido

Para as crianças mais resistentes é possível deixar a obrigatoriedade mais divertida. Assim, é possível inovar fazendo uso de diferentes recipientes, tais como copos coloridos, squeezes de personagens ou garrafinhas personalizadas.

Explique a necessidade de beber água

É comum que pais – principalmente os de primeira viagem pensem que crianças não vão entender ou se importar em saber por que estão sendo incentivadas a tomar mais água.

No entanto, é preciso ter em mente que crianças são curiosas por natureza e estarão muito mais abertas às mudanças se souberem o real motivo pelo qual estão fazendo algo.

Assim, explicar para elas que beber é água é importante para mantê-las saudáveis não será apenas divertido, como fará que elas se interessem e até mesmo passem a consumir mais água sem nenhum tipo de dificuldade.

Não sinta pena de oferecer água

É muito comum que ao recomendar que os adultos ofereçam apenas água como opção para seus filhos em algumas ocasiões, recebem como resposta a famosa lamentação: “tadinho, vai beber algo sem gosto algum”.

Pois bem, não é necessário ter dó, muito pelo contrário é preciso ficar feliz. Embora a criança possa achar chato no começo e até mesmo fazer careta, é importante mencionar que o paladar do ser humano é moldado até os dois anos de idade.

Além do paladar, o DNA da criança também está em fase de molde e fechamento. De modo comum, nosso DNA “é finalizado” por volta do nosso segundo ano de idade.

Por isso, ofertar bebidas como refrigerantes, sucos de saquinho ou caixinha industrializados a uma criança não é um ato de carinho.

Uma criança que se acostuma com altas doses de açúcares e sabores nessa fase da vida, automaticamente terá uma predileção por sabores e alimentos doces e consequentemente mais calóricos, além de desenvolver seletivamente a alimentação.

Essa preferência e seletividade alimentar pode resultar no futuro em problemas de saúde como obesidade, diabetes, colesterol alto e muitas outras patologias.

Frutas podem ser utilizadas

Aqui temos uma dica valiosa não apenas para crianças, mas também para aqueles adultos que apresentam dificuldades em ingerir a quantidade suficiente de água diariamente.

Picar frutas e colocá-las no interior de garrafas, jarras ou copos são ótimas alternativas para fazer a famosa “água aromatizada”.

O ideal aqui é optar por frutas que as crianças gostem ou aquelas que soltem um pouco de sabor, como morango, laranja, maçã, pêra, uva e até mesmo limão.

Aposte nos chás

Fazer uso de chás também é uma ótima ideia para que as crianças alcancem a meta de hidratação recomendada diária.

Entretanto, é preciso que haja cautela na escolha dos chás. De acordo com pediatras, o ideal é buscar chás que não sejam estimulantes, ou seja, que não possuam altos níveis de cafeínas ou catequinas, por exemplo.

Para crianças, devemos preconizar a oferta de chás conhecidos por seu teor carminativo. Nesse caso, as melhores opções são erva-doce, camomila e capim-cidreira.

O ideal é que chás sejam oferecidos para as crianças a partir dos dois anos de idade e que sejam consumidos de maneira natural, ou seja, sem a adição de açúcar.

Seja exemplo

E por último, mas não menos importante, ser exemplo é outro ponto de grande importância, afinal, crianças naturalmente seguem exemplos e padrões que observam em casa.

O exemplo de um adulto é sempre importante e nesse caso não será diferente. Assim, procure mostrar para a criança que beber água de maneira frequente é um hábito saudável e simples de ser colocado em prática.

Por isso beba água em frente ao seu filho, ofereça à criança para que beba com você e incentive esse momento de aproximação, tornando- o mais intimista e prazeroso, afinal, somos compostos de água. Água é vida.

Água Mineral Treze Tílias: Saúde da criança ao adulto

Tão importante quanto saber a quantidade ideal de água que uma criança precisa beber, assim como incentivá-la a beber mais água, é ofertar uma água de qualidade.

Quando falamos em água de qualidade é a Água Mineral Treze Tílias é sem sombra de dúvidas uma das melhores opções.

Com altas quantidades de minerais em sua composição que são importantes para o desenvolvimento físico e neurológico das crianças e com pH alcalino capaz de otimizar o funcionamento das células corporais, a Água Mineral Treze Tílias é a melhor opção tanto para crianças quanto para adultos e idosos.

Quando o assunto é hidratação e saúde, a escolha óbvia para você e sua família é a Água Mineral Treze Tílias.

Agora que você já sabe tudo sobre hidratação na infância e as maneiras eficazes de fazer as crianças beberem água, que tal dividir o que você acabou de aprender com mais pessoas? Para isso é só compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais para que mais pais e mães saibam como cuidar da hidratação de seus pequenos.

Deixar um comentário