O hábito de beber água diariamente é indispensável para assegurar uma vida saudável para qualquer indivíduo.

O líquido pode prevenir doenças e ajudar a manter o organismo sadio, contribuindo para o funcionamento adequado do corpo. Dada a importância que o fluído tem para a nossa saúde, o perguntamos: o seu filho bebe água com frequência?

Uma hidratação corporal apropriada é aquela em que conseguimos repor todo o líquido perdido ao longo do dia, seja por suor, seja por eliminação através da urina e das fezes.

Acontece que as crianças nem sempre têm a percepção da sede e raramente param de brincar ou correr para irem tomar água. Assim, criar o costume de ingerir o líquido nessa faixa etária, embora exija certo esforço dos pais, pode refletir em um futuro saudável.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para que você crie em seu filho o hábito de beber água.

1 – Não substitua a água por outra bebida

A tendência é que crianças e adolescentes sempre prefiram sucos e refrigerantes a água. Essas bebidas possuem alto teor calórico e, em certas ocasiões, podem até promover a perda de líquido corporal devido às altas quantidades de carboidratos e outras substâncias diuréticas.

Cabe aos pais tornar esse líquido insubstituível. Uma boa dica é evitar comprar esse tipo de bebida. Se não há disponível em casa, as crianças obrigatoriamente beberão água até esse se tornar um ato completamente natural.

2 – Compre uma garrafa individual para a criança

Deixar a criança escolher uma garrafa de água pode tornar a ação mais divertida. Além disso, com essa dica será muito mais fácil mensurar a quantidade de água que o seu filho toma ao longo do dia.

Reiteramos aqui que a ideia principal é fazer com que os bebês e as crianças criem o hábito de beber água sem que tenha isso como obrigação, mas sim como algo natural do seu cotidiano.

3 – Seja um bom exemplo

Essa é a fase da vida em que os filhos mais imitam os pais. Dessa maneira, para que seu filho se hidrate satisfatoriamente, você também deve se hidratar de maneira apropriada.

Os pais são os maiores exemplos de uma criança. Bebendo água, além de cuidar da sua saúde, você cuidará também da saúde do seu filho, ensinando-o e motivando-o acerca dos benefícios do líquido.

4 – Fale sobre os benefícios da água

Sempre converse com o seu filho sobre a importância da água na alimentação e sobre sua ação na prevenção de inúmeras doenças. Falando sempre a respeito deste assunto, você enraizará, desde cedo, que a água é uma substância realmente essencial para o seu crescimento e bem-estar.

5 – Sempre leve água ao sair de casa

Sempre leve água suficiente para as crianças nas saídas de família. Com essa dica, em vez de ir comprar a primeira bebida que conseguir para saciar a sede, os pequenos sempre terão água às mãos.

Mais uma vez ratificamos que você deve estar sempre atento aos cuidados relacionados à higienização do recipiente que usará para levar a água mineral do seu filho.

6 – Torne a água mais interessante

Para tornar a água mais apelativa aos olhos de uma criança, você pode adicionar algumas fatias de limão ou laranja. Além de tornar a água mais atrativa, os ingredientes usados podem trazer diversos benefícios através das suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, termogênicas e alcalinizantes.

Lembre-se, água é água. Não substitua completamente a água mineral pura pela água “apelativa”. Tornar a bebida mais atrativa é apenas um meio para que o seu filho se hidrate de maneira saudável.

7 – Nunca desista

A dica mais valiosa desta lista é, talvez, a mais óbvia: você nunca deve desistir nesse processo.

Como já dissemos, criar um hábito em uma criança é uma tarefa árdua e exige dedicação dos pais. Assim como qualquer alimento inserido na rotina alimentar de uma criança, a água pode ter um grande problema de aceitação.

Foco, paciência e estímulo são pontos essenciais para obter sucesso.

Tenha em mente que ensinando nossas crianças a terem esse hábito desde pequenos, vamos criar jovens e adultos mais conscientes e muito mais saudáveis, prevenindo, desde cedo, doenças e outros inconvenientes causados pela baixa ingestão de água.

Assine nossa newsletter para receber textos sobre saúde e bem-estar no seu e-mail sem pagar absolutamente nada.

Artigos Recentes

Deixar um comentário