Quando uma mulher fica grávida, inúmeras dúvidas surgem em relação aos cuidados que ela deve ter com o seu corpo para que seu bebê venha saudável.

Um desses questionamentos diz respeito à ingestão adequada de água. Será que na gravidez precisamos tomar um cuidado maior com a hidratação do nosso corpo? A resposta é sim!

Ao nascermos, aproximadamente 80% da nossa composição corporal é feita por água. Quando nos tornamos adultos essa quantidade cai, não ficando menor que 60%. Com esses dados, podemos afirmar que a água é essencial para nosso organismo e seu nível deve ser mantido.

Além de nos trazer benefícios como melhora da circulação sanguínea, um aspecto mais saudável à nossa pele, um bom funcionamento dos rins e do nosso metabolismo, a água efetua um papel mais importante ainda no período da gestação.

Afinal, qual o impacto da boa hidratação na gravidez?

Devemos lembrar que, durante aproximadamente os nove meses da gestação, a vida do bebê depende exclusivamente da sua mãe. Dessa forma, a boa alimentação e ingestão adequada de água pela gestante se fazem importantes, pois a partir delas o bebê receberá os nutrientes necessários para seu desenvolvimento e demais necessidades.

A boa hidratação contribui para a melhora da circulação sanguínea, levando os nutrientes de forma mais eficiente para o feto. Além disso, beneficia na irrigação do útero e da placenta conferindo melhor oxigenação ao bebê. Outra importante função da água durante a gravidez é ser o principal componente do líquido amniótico. Esse líquido está presente na bolsa amniótica, onde se encontra o feto. O líquido amniótico confere proteção ao bebê contra choques mecânicos e térmicos, além de permitir seu desenvolvimento ósseo, motor e pulmonar.

À medida que as semanas passam, o volume do líquido amniótico aumenta podendo chegar a até 1000 ml na 34ª semana de gestação. A diminuição desse líquido, chamada de oligoâmnio, pode trazer sérias consequências ao bebê causando sofrimento fetal. Assim sendo, é imprescindível a boa hidratação da mãe.

Ademais, a ingestão consciente de água durante a gestação auxilia na estabilização da pressão arterial e na eliminação de toxinas, prevenindo as infecções urinárias – que podem ser extremamente prejudiciais ao bebê.

Qual a quantidade ideal de água que devemos beber durante a gestação?

Durante a gestação, o cuidado com a hidratação precisa ser redobrado! Como já conversamos, a água tem finalidade primordial nesse período.

É indicado que a gestante consuma de 2 a 2,5 litros de água diariamente. Após dar à luz e iniciar a amamentação, essa quantidade aumenta, podendo chegar a 4 litros de água por dia.

Para quem não tem o costume de beber água de forma constante diariamente, pode ser uma tarefa complicada. Porém, com determinação é possível alcançar esse objetivo! Sem contar que a ingestão de líquidos como chás, sucos naturais e leite podem contribuir no cumprimento dessa meta.

O consumo de bebidas alcoólicas deve ser suspenso, pois o álcool afeta o desenvolvimento da criança podendo causar sequelas graves, dentre elas as neurológicas. Já a ingestão de refrigerantes e bebidas gaseificadas deve ser evitada, uma vez que as bolhas formadas impedem a boa absorção nutricional.

Devemos destacar a preferência pelo maior consumo da água mineral que, quando é de boa qualidade e procedência, tem sua composição rica em sais minerais, cálcio, ferro e possui baixo teor de sódio. Características essenciais na promoção do desenvolvimento do feto.

Essa atenção cuidadosa com a água que escolhemos para beber não deve ser diferente para aquela utilizada na preparação de alimentos, pois eles também serão consumidos!

No verão, em épocas de calor e em locais mais quentes, devemos nos atentar à ingestão de água, pois a desidratação nessas situações é recorrente e pode trazer todos aqueles malefícios que foram citados.

Podemos perceber que a água é realmente importante para a manutenção da nossa saúde. Não há nenhuma fase da vida em que a boa hidratação seja dispensada! Da vida intrauterina até a velhice, a água desempenha papel crucial em nossas vidas. E é por isso que precisamos cultivar desde cedo o hábito de beber água!

Com disciplina e perseverança, à medida que o tempo passar, se tornará mais fácil manter o consumo adequado de água diário!

Gostou do conteúdo? Para receber mais textos como esse e ficar por dentro de assuntos relacionados à saúde, assine nossa newsletter!

Artigos Recentes

Deixar um comentário