Saiba o que é astaxantina e onde encontrar

O universo de suplementos está em constante movimentação. Quase que diariamente, há lançamentos com as mais finalidades e promessas voltadas tanto à estética, quanto a saúde de seus consumidores. Dentre essas “novidades” está a astaxantina, um suplemento com uma série de benefícios à saúde.

No artigo de hoje, vamos falar sobre a astaxantina, suas fontes e os seus efeitos à saúde. Se você está em busca de opções saudáveis, o artigo de hoje foi feito para você. Não deixe de conferir.

O que é a astaxantina, afinal?

A astaxantina, na verdade é um pigmento carotenoide e se faz presente inicialmente na composição natural de algas marinhas, ela é a responsável pela cor vermelha de alguns peixes e frutos do mar, como é o caso do salmão, do camarão e do lagostim, por exemplo.

Esse pigmento possui uma estrutura muito semelhante à do betacaroteno. Entretanto, conta com algumas diferenças. Alguns estudos mostram que sua ação é mais poderosa do que outros carotenoides e por conta de sua alta potência de concentração, a astaxantina é considerada uma das substâncias com maior poder antioxidante do mundo.

Onde encontrar astaxantina

Naturalmente, as principais fontes de astaxantina são:

  • Salmão selvagem;
  • Truta selvagem;
  • Camarão;
  • Lagosta;
  • Lagostim.

Além das fontes alimentares citadas, existem também suplementos feitos à base desse pigmento, capazes de conferir uma série de efeitos benéficos à saúde, como mostraremos a seguir.

Os principais benefícios da astaxantina

De acordo com estudos científicos, a astaxantina é capaz de oferecer uma série de benefícios aos seus consumidores frequentes. Separamos os principais deles para te mostrar.

Poderosa ação anti-inflamatória

Estudos demonstram que o consumo de astaxantina promove no organismo uma poderosa ação anti-inflamatória sistêmica, capaz de controlar uma série de condições de saúde, como artrite, artrose, retocolite ulcerativa e até mesmo diminuir a resistência insulínica. Favorecendo assim, o bom funcionamento do organismo.

Funcionamento do sistema nervoso

A astaxantina possui poderosa ação sobre o cérebro. Sua composição é capaz de impedir a oxidação de células nervosas, o que promove naturalmente mais saúde cognitiva, além de proteção contra uma série de patologias de ordem neurológica, como a demência, senil, o mal de Alzheimer e até mesmo o Mal de Parkinson.

Saúde cardiovascular

A ação anti-inflamatória sistência da astaxantina age de maneira a controlar processos inflamatórios e oxidativos sistêmicos, como a formação de placas de gordura no interior de vasos sanguíneos, por exemplo.

Com isso, o pigmento promove de maneira natural a saúde cardiovascular, uma vez que previne formação de trombos venosos, dificultando assim, a ocorrência de infarto e AVC.

Ação antioxidante

De acordo com cientistas e profissionais da saúde, esse é o maior benefício da astaxantina. Sua poderosa ação antioxidante é capaz de prevenir erros inatos de metabolismo, diminuindo as chances de erros no momento de divisões celulares. Isso diminui drasticamente as chances de surgimento de diferentes tipos de câncer.

Melhor funcionamento do sistema imunológico

Em tempos de coronavírus, há muita gente buscando melhora do funcionamento do sistema imunológico.

O consumo regular de astaxantina promove um aumento na produção de glóbulos brancos – que são as células de defesa do organismo. Assim, o organismo é capaz de combater de maneira mais eficiente possíveis agentes invasores, como bactérias, fungos e até mesmo o novo coronavírus.

Quanto consumir?

Para que os benefícios citados sejam atingidos, sugere-se o consumo do pigmento em porções entre 4 mg e 8 mg diariamente. Entretanto, apenas com a ingestão alimentar não é possível alcançar esses índices.

Logo, fazer uso de suplementos à base do pigmento é considerada uma alternativa interessante para aqueles que desejam colher seus benefícios.

Uma colocação curiosa e importante sobre a astaxantina, é que por ela ser parte da família dos carotenoides, ela é considerada “parente” da vitamina A, o que faz dela uma substância hidrossolúvel. Isso significa que é melhor absorvida na presença de gorduras, devendo então, ser consumida próxima às grandes refeições, como o almoço e o jantar, por exemplo.

Depois de conhecer tudo sobre a astaxantina, que tal dividir o conhecimento recém-adquirido? Para isso, é só compartilhar esse conteúdo em suas redes sociais para que todos os seus contatos também possam aprender.

Deixar um comentário