Em 2009, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabeleceu que todos os medicamentos deveriam vir acompanhados da bula do paciente, além da bula técnica já conhecida dos produtos.

Na bula do paciente, algumas informações pertinentes como a forma como ele deve ser ingerido e seus riscos devem ser claramente especificadas.

A proposta da Anvisa com essa medida era informar a população leiga a respeito da melhor maneira de tomar uma medicação e especificar, em linguagem acessível, os riscos que essas substâncias podem trazer à nossa saúde, tendo em vista que ainda hoje existem muitas dúvidas acerca dessas questões.

O ideal para engolir cápsulas e comprimidos de medicamentos é tomá-los com pelo menos 200 ml de água.

Além disso, é recomendado que os comprimidos sejam ingeridos em pé ou sentado, nunca deitado, para permitir que o remédio deslize facilmente através do esôfago.

Não é raro, porém, se deparar com pessoas que fazem o uso do medicamento ingerindo outros líquidos ou mesmo engolindo a medicação sem o acompanhamento de nenhuma bebida.

É aí que vem a dúvida: isso pode trazer algum risco?

Por que ingerir os medicamentos apenas com água?

A água é uma substância quimicamente inerte, ou seja, a sua capacidade de reagir com outras substâncias, como os princípios ativos dos medicamentes, é muito baixa, preservando a sua eficácia, sem gerar maiores problemas na nossa saúde.

Tomar uma cápsula com água também é muito importante por auxiliar na deglutição. A água age como um agente lubrificante, evitando que a cápsula fique presa no esôfago.

Quais bebidas devemos evitar ao tomar o remédio?

Sucos, leite, refrigerantes, chás ou cafés devem ser evitados, pois podem desencadear reações químicas entre o fármaco e a bebida que comprometem a eficácia dos medicamentos, podendo até transformá-los em substâncias potencialmente tóxicas para o nosso organismo.

O cálcio do leite ou a acidez de certos sucos e refrigerantes, por exemplo, pode reagir com alguns antibióticos com a tetraciclina na sua composição, comprometendo a sua eficácia.

Outra combinação perigosa e bem conhecida é medicação com bebidas alcoólicas. O álcool é um forte depressor do sistema nervoso central.

Ao ser ingerido com certos remédios que também têm essa função, o efeito pode ser consideravelmente potencializado, sendo capaz de levar ao coma ou até mesmo à parada cardiorrespiratória.

Podemos então apenas engolir, sem nenhum líquido?

Como dito anteriormente, a água ajuda a lubrificar o esôfago para que o medicamento possa passar sem ficar enroscado. Um comprimido preso no esôfago pode causar muito mais que doença.

Os fármacos parcialmente alojados no esôfago são muito propensos a causar inflamação e irritação na mucosa.

A resposta inflamatória pode levar a uma série de sintomas, desde a dor no estômago até sangramentos e graves perfurações no esôfago.

Devido à falta de terminações nervosas na região esofágica, os sintomas nem sempre começam de imediato.

Isso significa que, mesmo com sangramento grave, o indivíduo com perfuração esofágica pode não sentir absolutamente nada, dificultando a identificação da doença, tornando tudo ainda pior.

Para evitar todas essas complicações, o aconselhado é tomar o seu remédio apenas com água e pelo menos 15 minutos antes de se deitar.

Dessa forma, o medicamento tem a sua eficácia preservada, seguindo normalmente o seu caminho natural no corpo, da boca até o estômago ou intestino.

Caso a sua dificuldade seja engolir comprimidos, o mais indicado é que, sempre que possível, você peça ao seu médico a prescrição em outra forma farmacêutica, como xaropes ou injeções.

E para os remédios em gotas?

A recomendação de serem ingeridos com água continua valendo para medicações apresentadas em gotas.

A melhor maneira dessas substâncias serem absorvidas pelo organismo é quando elas são diluídas em água.

Além de preservar a eficácia da medicação e facilitar a absorção pelo nosso corpo, a diluição das gotas em água torna a apresentação muito mais palatável.

Percebemos que a água não é só importante na nossa hidratação, mas também em outros momentos, sendo muito mais importante do que imaginamos.

Lembre-se, águas de procedências duvidosas também podem ter influência na sua saúde.

A Água Mineral Treze Tílias tem a qualidade garantida para que você possa tomar os seus remédios com a certeza que não estará prejudicando a sua saúde.

Assine nossa newsletter para receber grátis mais informações como essa por e-mail.

Artigos Recentes

Deixar um comentário