O cálcio é o mineral mais abundante do nosso corpo. Essa substância possui um importante papel em diversas funções do organismo. A sua missão vai muito além de auxiliar na manutenção dos ossos, tornando-os fortes e saudáveis.

Embora desempenhe funções relevantes no organismo, o cálcio não pode ser produzido pelo corpo e, por isso, o consumo adequado do componente merece atenção. Além disso, a partir dos 40 anos, em média, perdemos naturalmente um percentual maior de massa óssea, podendo levar a uma carência ainda mais elevada do elemento.

Nesse artigo, você irá conhecer um pouco mais dos benefícios do cálcio para o organismo, e onde é possível encontrá-lo.

Melhora na saúde dos ossos e dos dentes

O cálcio está diretamente envolvido no crescimento e na manutenção dos ossos e dos dentes junto com outros minerais, como a vitamina D e a vitamina K.

É por isso que o elemento é importantíssimo durante os períodos de rápido crescimento e/ou desenvolvimento, como na infância ou na gestação.

A função do cálcio é formar a hidroxiapatita, complexo mineral que mantém a densidade óssea, tornando o osso mais duro e resistente.

Previne a osteoporose

Mais comum em mulheres, em especial no período pós-menopausa, a osteoporose resulta em ossos mais frágeis devido à perda do mineral e, consequentemente, da massa óssea.

A consequência da osteoporose são fraturas com as mínimas quedas, podendo ocorrer até mesmo de maneira espontânea em casos mais graves.

O cálcio é capaz de fortalecer os ossos à medida que reservas do mineral são acumuladas ao longo do tempo. Uma dieta rica em cálcio pode ajudar a reduzir o risco de doenças relacionadas aos ossos, como a osteoporose.

Tem importante papel nos impulsos nervosos

O cálcio, junto com o sódio e o potássio, é o mineral responsável pela regulação e transmissão dos impulsos nervosos ao longo dos neurônios corporais.

A falta de cálcio está relacionada a quadros de excitabilidade neuromuscular, com contrações contínuas e involuntárias.

Auxilia na contração muscular

O principal responsável por desencadear a contração das fibras musculares é o cálcio. O elemento é capaz de ativar certas proteínas musculares que são necessárias para a movimentação dos músculos.

Além disso, o cálcio auxilia com o controle e a liberação da glicose, molécula considerada “combustível” do corpo, na corrente sanguínea.

A diminuição do componente no sangue pode levar a fraqueza muscular progressiva.

Ajuda a abaixar a pressão

Os vasos sanguíneos do corpo são recobertos por uma camada de músculo denominada “túnica média”. A contração muscular nos vasos causa maior resistência ao fluxo sanguíneo, levando a pressão alta.

Como dito anteriormente, a deficiência do cálcio pode levar a contrações musculares contínuas. Dessa forma, o cálcio pode ser um verdadeiro aliado no controle da hipertensão arterial.

Contribui com o controle e prevenção da diabetes

Estudos indicam que a vitamina D junto ao cálcio podem apresentar benefícios consideráveis no metabolismo da glicose, otimizando e auxiliando no controle e na prevenção da diabetes.

Acredita-se que essas substâncias tenham efeitos sobre as células do pâncreas que controlam a secreção de insulina, as células beta pancreáticas. A influência sobre essas células que controlam a secreção do hormônio é capaz de diminuir os níveis de açúcar no sangue.

Diminui os sintomas da TPM

Durante o período menstrual, as concentrações de cálcio sanguíneo caem em consequência do aumento do nível de estrogênio.

O aumento do cálcio na corrente sanguínea parece diminuir os efeitos causados pelo nível elevado de estrogênio. Dessa forma, a substância pode ser útil para aliviar os sintomas da TPM (inchaço, dores de cabeça, cólicas, sensibilidade das mamas, dores musculares e mau humor).

As principais fontes de cálcio

A quantidade recomendada de consumo de cálcio para um indivíduo adulto saudável deve ser de 1.000 mg por dia. A ingesta inadequada de cálcio pode levar unhas fracas e quebradiças, dentes e ossos frágeis, cãibra, taquicardia, formigamento, hipertensão, contrações musculares contínuas, insônia e diminuição da memória.

Alguns alimentos, porém, podem ajudar o organismo a manter uma quantidade apropriada de cálcio. Dentre as melhores fontes do mineral, podemos citar: leite, queijo, couve, brócolis, salmão, sardinha, espinafre, proteína de soja e iogurtes. Todos estes alimentos possuem uma alta quantidade de cálcio em sua composição.

A água mineral também pode auxiliar na reposição do cálcio. Escolher uma água com um bom teor de cálcio para se hidratar pode prevenir todos os males causados pela falta do mineral.

A Água Mineral Treze Tílias possui, em sua composição, 0,69 mg/L de cálcio, concentração ideal para conciliar hidratação adequada com reposição apropriada de cálcio.

Artigos Recentes

Deixar um comentário